Curiosidade sobre cegos
Figuras simbolizando pessoas com deficiência visual

Buscando o melhor para os nossos filhos

Postado há 2 anos

Por Jairo

Como é importante utilizarmos a rede mundial de computadores para buscar o melhor para os nossos filhos.

Na sociedade atual, os brasileiros estão com muita dificuldade nos repasses de informações para os seus cuidados. Transmitir valores e respeito é tarefa quase impossível. Muitos adultos não conseguem perceber o mal que fazem aos seus protegidos quando atendem todas as suas vontades. Acreditam que fazendo isto, estão amando, quando acontece justamente o contrário. Quando uma criança obtém de seus tutores (nãos) sem explicações e sem firmeza, fazem escândalos monumentais para conquistar seus desejos imediatos, dobrando os adultos que voltam atrás e oferecem (sins) indiscriminados tornando o limite invisível. Passado pouco tempo, os não são mais frequentes, no entanto sem significado objetivo, pois o que sucede uma sequência de (nãos) é um (sim) irritadiço e em algumas vezes, com brigas sem propósitos. As brigas e as irritações gera um sofrimento na família que podem gerar consequências por toda uma vida. Tudo isto pelo simples motivo de os adultos desejarem criar as crianças dando tudo o que eles não tiveram. O pior erro que podemos ter para com os pequeninos.

Amar e respeitar as crianças significa saber ouvir seus choros e reinas não cedendo os seus caprichos. Desde que eles saem do ventre, assumem uma condição intensa de aprendizado. Compreendem que quando choram alguma coisa boa acontece. Alguém chega perto para afagara-los, lhe dão de comer e lhe tiram a frauda. Sempre que choram, alguma compensação obtém de retorno. A comunicação primeira já está estabelecida e aí sucede uma série de testes por parte destas pequeninas criaturas. Toda vez que desejarem qualquer coisa, abrem o berreiro. Se não são atendidas, alguns entram em desespero, (obrigando) os adultos a recompensa acalentadora. Desta forma, os testes continuam e os bebês já compreendem que com uns esta artimanha funciona e com outros não. Os pais educam seus filhos nestes desesperos. Quando em certa idade, os adultos enviam as crianças para os psicólogos. O contexto familiar vai se tornando tão pesado que a rebeldia é carregada em suas mochilas escolares, inviabilizando conversas tranquilas com os maiores.

Quando na pré-adolescência, nem mesmo os colegas compreendem sua irritabilidade, dando-lhes uma possibilidade ainda maior de buscarem caminhos tortuosos na vida ilícita. Como cresceram obtendo por intermédio de estratégias tudo o que queriam, substituem os choros por armas e as reinas por tiros. Substituem as chantagens por papelotes com produtos maléficos. Trocam o carinho que não tiveram por palavras espinhosas. Além de tudo, não reconhecem seus genitores como detentores de respeito. Quando estes constituírem família, poderão criar seus filhos do mesmo modo que aprenderam nas ruas.

A Educação nuclear tem importância fundamental para o desenvolvimento de uma sociedade. Dependendo da postura dos pais, os filhos poderão ser verdadeiros monstros ou anjos. Quando os pais pararem para estudar sobre estas posturas infantis, perceberão que o grande mau da sociedade passa por suas casas. Poderão obter mais informações na rede mundial de computadores obtendo palestras, livros e textos falando do assunto. Se esta rede for usada com atenção e criticidade, poderão abstrair e interiorizar lições primárias, porém utilíssimas para si e seus educandos.

As informações estão em diversas plataformas cabendo o usuário filtrar de acordo com seus interesses. Se a população buscar futilidades, as diversas emissoras jogarão indiscriminadamente mídias sem conteúdos. Quando mudarmos nosso nível de exigência, eles não terão como nos vender algo que não desejamos comprar. Devemos a partir desta máxima, selecionar melhor o que nos chega e assim, repassar aos filhos somente o que realmente vale a pena.

Os monstros que já foram criados, muitos deles estão sofrendo em prisões ou em becos de favelas. Sofrem e farão sofrer muitas pessoas, pois não conheceram os limites quando criança. Não tiveram intimidade com crenças e nem tiveram um convívio largo com pessoas idosas. Desconhecem o significado da palavra caridade, benevolência e indulgência, menos ainda o perdão. Estão fora emocionalmente do seio comum, pois estes últimos só desejam a vingança, não notando que com isto, contribuem cada dia mais para o desespero e a criminalização. Quando um sem limites é enclausurado sem ocupação produtiva, fica planejando do seu modo o próprio futuro.

Em algumas vezes o assassínio podem lhes parecer uma alternativa mais fácil. Outros resolvem por intermédio do suicídio. Desta forma, povo e marginalizados vão se mutilando mutualmente.

Os criminosos devem ser tratados com o respeito que um dia eles não tiveram. Eles cometeram crimes por falha da sociedade. Estão fazendo barbáries aos quatro cantos do planeta simplesmente porque a maioria esmagadora de pessoas do bem estão inertes em suas poltronas achando que não têm nada a ver com tudo isso. Tenho certeza absoluta que de cada 10 pessoas que lerem esta postagem, sete conhecem algum traficante ou algum ponto de venda de produtos ilícitos. Se destas 7, 5 fizesse denuncias constantes, teríamos uma melhora radical no que diz respeito a esta violência toda. Se todas as pessoas que observasse os maus tratos as crianças, mulheres, entre outros, tomassem providências, não teríamos com tanta facilidade as más condutas. Se estas mesmas pessoas ao denunciar, buscassem a conscientização dos demais, não teríamos presídios depósitos e sim presídios educacionais.

Para que os criminosos possam parar de cometer crimes, não basta privá-los de liberdade. Todos eles necessitam de que suas mentes sejam preenchidas com valores éticos.

As crianças de hoje podem ser assassínios de amanhã. Os menores de hoje, poderão ser anjos cultivadores do bem. As famílias de agora moldarão o meio ambiente do futuro.

É momento de refletirmos sobre nossas vidas e pararmos de ficar procurando vídeos sem conteúdos nos diversos grupos existentes na internet. As plataformas dispõem de vídeos muito bons. Se desejarmos crescer montando um negócio, se queremos empreender, se temos interesse em um determinado assunto, tudo está a disposição de todos. Basta navegar e encontraremos qualquer assunto. Vamos buscar utilidade e não futilidade. Vamos buscar educação e não banalização. Vamos buscar entretenimento e não pornografia. Vamos aprender surfar na crista da onda da intermete e não ficar somente pegando jacarezinho.

Quando os anjinhos compreenderem que nem tudo chega as mãos com facilidade, que as reinas e os escândalos não gerarem reações, que os adultos são pessoas para serem respeitadas e vice-versa. Quando estas crianças notarem que os limites só a faram felizes, a vida de toda uma sociedade se transformará para melhor.

Quando os adultos notarem que é o limite que faz a diferença para viverem com dignidade, com respeito e felizes, poderão sofrer muito para mudarem, mas quando esta metamorfose acontecer, se arrependerão e poderão contribuírem para o bem querer de seus vizinhos.

Chegará o momento em que os professores serão valorizados e o nível educacional alcançará o patamar de excelência tornando este país em um local com oportunidades para todos.

Vamos ser felizes?

237 Visualizações

Menu do Ecolabore Portal